VISITE MEUS OUTROS BLOGS

Amigas, para facilitar a vida de vocês vou sugerir alguns truques e dicas. São dicas variadas, tanto na área da saúde como também na área culinária. Dicas que vão tornar prático o dia-a-dia de todas, e tornar a arte de cozinhar uma tarefa fácil e bastante prazerosa.Fazer economia na cozinha, sem perder em valor nutritivo, sabor e beleza na apresentação dos pratos, é o maior sonho de toda dona-de-casa. Pode parecer difícil, mas conseguir isso não é nenhum milagre.Basta usar a imaginação e,principalmente, carinho(o mais importante dos ingredientes).

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

A DIETA DO SUCO VERDE


O suco verde faz uma espécie de faxina no organismo colocando pra fora todas as toxinas. O poderoso também evita a compulsão por comida e levanta o astral

Entenda de que maneira o suco verde acelera o metabolismo e ajuda no emagrecimento. De quebra confira um cardápio completo e três receitas que secam até 5 kg em 15 dias. Porém dois itens são de máxima importância: Disciplina e força de vontade.

Reportagem: Andréa Soares e Rosana F. F. - Edição: MdeMulher


Quando vegetais e frutas são triturados, há uma quebra de suas paredes celulares, o que acelera a absorção intestinal
Foto: Dreamstime
Os especialistas recomendam comer, pelo menos, cinco tipos diferentes de vegetais verdes e frutas todos os dias para ter saúde de ferro. Mas a verdade é que nem todo mundo consegue levar essa indicação à risca. Uma maneira simples de garantir as vitaminas e os minerais desse tipo de alimentação é ingerir um suco verde.

Segundo o cirurgião cardíaco americano Mehmet Oz (médico que tem um programa chamado The Dr. Oz Show, transmitido no Brasil pelo canal FOX), quando os vegetais e as frutas são triturados há uma quebra de suas paredes celulares, o que acelera a absorção intestinal. Essa penetração maior dos micronutrientes traz uma série de benefícios para o organismo, que vai do aumento de energia e da imunidade ao emagrecimento.

O suco, aliado a um menu de baixas calorias, aumenta a taxa de metabolismo e agiliza a perda de peso. "As enzimas digestivas produzidas pelo fígado e pâncreas, necessárias para digerir e absorver os nutrientes, ativam o emagrecimento. Isso acontece porque bebidas verdes de vegetais e frutas reduzem a carga sobre esses dois órgãos, permitindo que eles foquem em suas tarefas metabólicas, como queima e produção de energia", explica Luciana Carneiro (SP), especialista em nutrologia e medicina estética, membro da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran) e da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso).

Saúde e boa forma em um gole

Smoothie verde

Ingredientes
· 2 xíc. (chá) de espinafre
· 2 copos de pepinos cortados
· 1 cabeça de aipo
· 1 col. (chá) de gengibre
· 1 porção de salsa
· 2 maçãs cortadas
· suco de 1 lima e meio limão

Modo de fazer
Bata tudo no liquidificador até desmanchar as peles e sementes.

Suco verde com maçã

Ingredientes
· 1 a 2 punhados de verduras frescas, como espinafre, acelga e salsa
· 1 pepino médio com casca
· 2 talos de aipo
· 1 a 2 col. (chá) de gengibre
· 1 maçã azeda média com casca
· suco de limão ou de lima

Modo de fazer
Tire os talos da acelga para evitar que o suco fique apimentado.bata os ingredientes no liquidificador.

Suco verde com frutas

Ingredientes
· 3 a 4 copos de acelga, espinafre e alface
· 1 banana congelada e fatiada
· 2 copos de frutas vermelhas
· 1 dente de alho sem pele

Modo de fazer
Tire os talos da acelga e bata tudo no liquidificador.

Sucos verdes costumam levar maçã entre os ingredientes
Foto: Dreamstime

Siga o cardápio e perca medidas

Com este plano alimentar de 1600 calorias diárias é possível enxugar 2,5 kg por semana e até 14 centímetros de gordura abdominal em 15 dias! Você vai reparar que o café da manhã é bem substancioso, rico em fibras. É que elas estabilizam o açúcar no sangue e mantêm a fome sob controle (aumentam os níveis do hormônio da saciedade no cérebro). Acompanhe agora o menu que a expert Luciana Carneiro preparou para você.

Segunda-feira
· Café da manhã: 1 copo de Smoothy Verde + 1 banana + 1 pão integral + 1 fatia média de queijo minas fresco
· Lanche da manhã: 1 fatia média de melão + 1 iogurte desnatado
· Almoço: 2 col. (sopa) de berinjela ensopada + 1 pires de agrião + 1 col. (sopa) de salada de legumes (varie com os seguintes itens: alface americana, rúcula, agrião, brócolis, couve-manteiga, couve-flor, beterraba, cenoura, cebolinha verde picada, salsinha, salsão) + 1 bife grelhado + 2 col. (sopa) de arroz integral
· Lanche da tarde: 1 maçã
· Jantar: 1 col. (sopa) cheia de beterraba + 3 col. (sopa) cheias de arroz integral + 2 almôndegas + 1 concha de feijão preto + 1 mamão papaia
· Lanche da noite: 1 iogurte desnatado + 2 col. (sopa) de aveia em flocos + 1 ameixa seca

Terça-feira
· Café da manhã: 1 copo de Suco Verde (escolher qualquer um) + 1 fatia de melão + 1 copo de leite desnatado + 2 col. (sopa) de aveia em flocos com passas (misturar no leite)
· Lanche da manhã: 1 maçã
· Almoço: 1 sanduíche feito com 2 fatias de pão integral, 1 fatia de blanquet de peru, 1 fatia de queijo minas, alface e tomate
· Lanche da tarde: 1 Yakult + 2 ameixas secas
· Jantar: 3 col. (sopa) de espinafre sauté + 100 g de palmito em conserva + 3 col. (sopa) de arroz integral + 2 col. (sopa) cheias de feijão branco + 1 filé médio de salmão + 1 fatia média de mamão
· Lanche da noite: 1 iogurte desnatado + 2 col. (sopa) de granola

Quarta-feira
· Café da manhã: 1 copo de Smoothie Verde + 100 g de uva + 1 fatia de pão integral + 1 fatia média de queijo minas light
· Lanche da manhã: 1 iogurte de morango light + 4 morangos
· Almoço: 3 col. (sopa) de couve-flor cozida + 2 col. (sopa) de salada de legumes + 2 col. (sopa) de aspargos em conserva + 2 col. (sopa) de arroz a grega + 1 bife + 1 fatia média de melancia
· Lanche da tarde: 2 fatias médias de mamão
· Jantar: 1 pires de alface crespa + 2 col. (sopa) de salada de legumes + 2 col. (sopa) de couve-flor cozida + 3 col. (sopa) de arroz integral + 1 porção de frango ensopado + 1 tangerina
· Lanche da noite: 1 iogurte desnatado + 1 col. (sopa) de aveia em flocos + 1 col. (sopa) de passas

Quinta-feira
· Café da manhã: 1 copo de Suco Verde (escolher) + 1 fatia  de pão integral + 1 fatia média de queijo minas
· Lanche da manhã: 1 Yakult + 4 ameixas secas
· Almoço: 1 pires de brócolis cozido + 3 col. (sopa) de arroz integral + 1 porção de frango assado + 1 pote pequeno de salada de frutas
· Lanche da tarde: 1 maçã
· Jantar: 3 col. (sopa) de couve-flor cozida + 2 col. (sopa) de salada de legumes + 3 col. (sopa) de arroz integral + 1 panqueca de carne + 1 fatia média de abacaxi
· Lanche da noite: 1 iogurte desnatado + 2 col. (sopa) de granola

Sexta-feira
· Café da manhã: 1 copo de Suco Verde (escolher) + 2 fatias de mamão + 2 torradas integrais + 1 fatia média de queijo minas
· Lanche da manhã: 1 fatia média de melancia
· Almoço: 1 sanduíche feito com 2 fatias de pão integral e 1 porção de frango desfiado com mostarda + 1 maçã
· Lanche da tarde: 1 pêra
· Jantar: 2 col. (sopa) de beterraba + 2 col. (sopa) de salada de legumes + 4 col. (sopa) de arroz integral + 1 porção de frango assado + 1 fatia média de melão
· Lanche da noite: 1 iogurte desnatado + 8 morangos

Sábado
· Café da manhã: 1 copo de Smoothie Verde + 2 fatias médias de melão + 1 fatia de pão integral com dez grãos + 1 col. (sopa) de requeijão light
· Lanche da manhã: 1 iogurte desnatado
· Almoço: 3 col. (sopa) de couve-flor cozida + 2 col. (sopa) de purê de batata + 2 ovos mexidos + 1 pote pequeno de salada de frutas
· Lanche da tarde: 1 barra de cereal com aveia
· Jantar: 1 prato (sobremesa) de salada de alface e tomate + 3 col. (sopa) de abóbora cozida + 3 col. (sopa) de arroz integral + 1 concha de feijão preto + 1 porção de frango assado
· Lanche da noite: 1 fatia média de mamão + 1 iogurte desnatado

Domingo
· Café da manhã: 1 copo de Suco Verde (escolher) + 8 morangos + 1 fatia de pão integral com dez grãos + 1 col. (sopa) de requeijão light
· Lanche da manhã: 1 pêra
· Almoço: 1 sanduíche feito com 1 fatia de pão integral, 2 fatias de peito de peru e 1 porção de ricota temperada
· Lanche da tarde: 1 iogurte de morango light
· Jantar: 1 prato (sobremesa) de alface crespa + 2 col. (sopa) de salada de legumes + 3 col. (sopa) de brócolis cozido + 2 escumadeiras de macarrão a bolonhesa + 1 fatia média de melancia
· Lanche da noite: 1 fatia média de mamão.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Saiba como fazer uma horta caseira reutilizando garrafas PET

Com a facilidade das compras em supermercados e feiras livres, deixou-se de se cultivar hortaliças e temperos dentro de casa. Para voltar às origens e descobrir o prazer que este hobby pode nos proporcionar o CicloVivo, com informações do Engenheiro Agrônomo, Juscelino Nobuo Shiraki, dá a dica de como se construir uma horta caseira suspensa, reutilizando garrafas PET.
Imagem: minhacasaminhacara.com.brImagem: minhacasaminhacara.com.brA ideia é reaproveitar materiais que iriam para o lixo para cultivar suas próprias hortaliças.  Além disso, a horta caseira é decorativa e deixar um aroma agradável no ambiente. O espaço pode ser pequeno, mas precisa ser ensolarado. Você pode aproveitar pequenos espaços em casa, como quintais ou varandas. É importante escolher as espécies certas para o espaço disponível em sua casa.

Material

- Tesoura; Alicate; Arame;
- Garrafa PET; Isopor; Manta Benji;
- Terra preparada; Hortaliças.

Modo de fazer

Com auxílio da tesoura, faça furos grandes em cada uma das saliências do fundo da garrafa. Em seguida, corte uma janela na lateral do recipiente na parte intermediária. Para preparar o substrato que fica no fundo, vários materiais podem ser utilizados como, por exemplo, argila expandida e pedra britada, mas como a sugestão é um vaso suspenso, a escolha do material é importante. Neste caso usaremos isopor para ficar mais leve. 

Cubra o fundo da garrafa com pedaços de isopor; em seguida corte em círculo a manta de drenagem e coloque sobre o isopor cobrindo-o totalmente. O círculo deve ter o diâmetro um pouco maior que o diâmetro da garrafa.

Em um recipiente separado, prepare a terra. Para este tipo de plantio ela deve ser composta por 50% de terra comum e 50% de terra preta. Preencha a garrafa PET até a metade com o preparado. Coloque sua hortaliça e ajeite bem, a seguir, adicione mais um pouco. Para que o solo fique firme, dê uma leva batidinha sob a mesa; este movimento fará a terra se assentar. Complete com mais um punhado até ficar um dedo abaixo da altura da ‘janela’. Este espaço é importante para que a água não transborde quando a hortaliça for regada. Para finalizar, faça um gancho com o arame e amarre-o no gargalo da garrafa. Confira o vídeo.

video

Alimentação: fatos e mitos sobre a carne suína

A carne suína é uma das mais consumidas no Brasil. Ingrediente de alguns dos principais pratos brasileiros, como a feijoada, virado à paulista, pururuca, além de embutidos como presunto, mortadela e linguiça. Mas muitos consumidores ainda se sentem inseguros para consumir a carne, por medo de contaminação ou mesmo por acharem que seu preparo é complicado.

Mas muitos destes medos quanto ao preparo da iguaria se devem a mitos propagados ao longo dos anos. Algumas informações desmitificam e esclarecem como aproveitar o melhor da carne que, ao contrário do que muitos pensam, é uma carne branca e magra.

Mito: Carne suína é uma carne gorda.
Fato: Na verdade, há nada menos que 7 cortes de carne suína que têm menos gordura que o peito de frango sem pele, e 15 cortes aprovados pelo National Heart Foundation.

Mito: Carne suína é seca e sem sabor.
Fato: A carne suína atinge sua máxima suculência e sabor quando cozida deixando seu meio levemente rosado. A carne suína pode ficar seca quando cozida além do ponto – muito bem passada – portanto lembre-se, se você quer aproveitar sua carne suína suculenta e macia, menos é mais. Um pouco menos de tempo de cozimento significa muito mais suculência. Tente cozinhar a carne suína como você normalmente faria com a carne bovina.

Mito: A carne suína deve ser sempre muito bem passada.
Fato: Muitas pessoas acreditam que a carne suína deve ser muito bem passada. Isto não é necessário quando se compra uma carne de qualidade e de boa procedência. O Brasil possui uma suinocultura moderna e tecnologicamente avançada, o que garante a qualidade da carne suína brasileira. Para garantir a sua segurança, compre sempre carne inspecionada 

Mito: A carne suína é difícil de ser preparada.
Fato: Preparar a carne suína é rápido e fácil. Tente um steak de 4 minutos. Sele o steak em uma frigideira média quente por 2 minutos, vire e sele o outro lado por mais dois minutos. Remova da frigideira, deixe descansar por 1 minuto. Sirva e aprecie.


Cortes de porco podem ser usados em churrascos, cozidos e grelhados.

Mito: Carne suína só é boa para o assado de domingo.
Fato: Carne suína assada (à pururuca) é a clássica combinação de carne suculenta com cobertura crocante – entretanto, carne suína é muito mais do que isso. É uma carne extremamente versátil, perfeita para churrasco, receitas rápidas e simples steaks, mas também a melhor carne para frituras, almôndegas, molho bolonhesa, entre outros pratos deliciosos.

Mito: Carne suína não vai bem com molhos diferentes.
Fato: A carne suína vai fantasticamente bem com uma enorme gama de molhos e formas de preparo. A carne suína combina muito bem com molhos como ameixa, soja, ostra, chilli, molho inglês com gengibre. E é a única carne que realmente combina com deliciosos molhos de frutas como limão e maçã e também com mel.

Mito: Carne suína está fora de moda.
Fato: A carne suína é a escolha mais inteligente de refeição para a forma como levamos a vida hoje. Há cortes de carne suína que têm muito, muito pouca gordura, além disso, a carne suína é uma ótima fonte de nutrientes essenciais e combina brilhantemente com uma enorme variedade de sabores e formas de preparo.

* Fonte: Abipecs (Associação Brasileira dos Produtores e Importadores de Carne Suína)


17 MITOS E VERDADES SOBRE OS ALIMENTOS E SEU PREPARO



A cozinha é uma verdadeira fábrica de mitos, de onde saem desde alimentos milagrosos até misturas que podem ser “mortais”. Mas quanto de tudo o que se fala sobre os alimentos e sua forma de preparo é verdade e quanto é fantasia?
Para esclarecer as mais famosas crendices alimentares, a nutricionista Ivani Manzzo discorre sobre alguns temas comuns nas mesas e cozinhas brasileiras.
1. Vegetais cozidos perdem todos os nutrientes. 
Depende. Vegetais cozidos perdem as vitaminas apenas, mas os outros nutrientes, como carboidratos e proteínas (não muitas nestes alimentos) permanecem.
2. Leite morno ajuda a dormir melhor
Verdadeiro. Leite ajuda a dormir, seja morno, quente ou frio. Isso acontece porque é rico em triptofano, substância que ajuda a induzir o sono.
3. Ingerir álcool diariamente pode ser bom para a saúde.
Falso. Nenhuma quantidade de álcool pode ser saudável. Talvez não seja nociva, mas saudável nunca será. Muito se fala sobre os benefícios do consumo de vinho, mas o que é benéfico não é o álcool, mas a uva. Vale lembrar que álcool é uma substância tóxica e que sua ingestão diária, mesmo em pequenas quantidades, é considerada um sintoma de alcoolismo.
4. Alimentos preparados no fogo com álcool perdem todo o seu teor alcoólico.
Depende. Se o alimento for flambado sim, pois o fogo apaga assim que o álcool termina de ser queimado. Mas se a bebida for apenas acrescentada ao prato, é possível que o álcool não evapore completamente.
5. Fermentos não têm data de validade e não perdem o efeito.
Falso. Os fermentos podem sim perder seu efeito ou ter sua eficácia diminuída. Além disso é preciso tomar cuidado com contaminações se o produto for mantido guardado por muito tempo.
6. Batatas absorvem o excesso de sal de um cozido muito salgado.
Depende. As batatas melhoram o sabor do alimento com excesso de sal, mas não diminuem a quantidade total do tempero na comida.
7. Banana evita câimbras.
Falso. Banana não evita as câimbras, para evitá-las os nutrientes como o potássio devem estar presentes e, todas as refeições. Muitas vezes as dores são causadas por estresse e não pela má alimentação, portanto, nesses casos a banana não pode resolver.
8. Café descafeínado ainda contém cafeína.
Falso. Se é descafeinado não contém cafeína.

O mito da manga com leite foi criado pelos senhores de engenho para inibir o consumo da bebida e dura até hoje.9. Manga com leite faz mal à saúde.
Falso. Não, esse é um mito antigo que surgiu ainda na época da escravidão. As mangas eram oferecidas livremente, mas o leite custava caro aos senhores que não queriam que os escravos o tomassem, por isso criou-se essa lenda.
10. Chocolate dá espinhas.
Depende. Se a origem for a inflamação dos cravos, sim. Pois a acne tende a se agravar com o aumento da oleosidade da pele. Caso a origem seja outra, como hormonal, não.
11. Ingerir alimentos gelados provoca dores de garganta.
Falso. Se a imunidade da pessoa estiver diminuída pode ocorrer uma contaminação oportunista por bactérias, por exemplo, mas não causada pela temperatura.
12. Misturar bebidas destiladas e fermentadas faz mal.
Falso. O que faz mal é o álcool, primordialmente, mas os outros componentes da bebida, como xaropes e sabores artificiais podem piorar e potencializar seu efeito.
13. Comer à noite engorda mais.
Verdadeiro. Ao comer à noite, o organismo não tem onde gastar a energia ingerida, o que faz com que ela se deposite em forma de gordura.
14. Tomar líquidos durante as refeições engorda.
Depende. O líquido faz engordar dependendo do seu valor calórico, mas beber enquanto come, mesmo se a bebida for pouco calórica, leva à dilatação do estômago, o que faz com nas próximas refeições a pessoa precise ingerir mais comida para se sentir satisfeita.
15. Alimentos integrais são menos calóricos.
Depende. Nem sempre, mas, de qualquer forma, as calorias são menos absorvidas pelo organismo.
16. Tomar banho após comer é ruim para a saúde.
Falso. A ideia é baseada em afogamentos, comuns a quem ingeriu grandes quantidades de comida e bebidas alcoólicas. O que ocorre é que durante o nado, as alterações fisiológicas são drásticas e podem provocar fortes dores viscerais e, possivelmente, afogamentos. Isso não ocorre durante o banho.
17. Pão torrado é menos calórico
Falso. Ele apenas possui menos água, o que causa menos estufamento, mas a quantidade de carboidratos é a mesma.